Postagem em destaque

Mulher - Mãe

Homenagem às Mulheres pelo Dia Internacional da Mulher - 08 de Março de 2015   Lembras quando me destes tuas entranhas Para qu...

FILOSOFIA

Dicas do Facebook
Página de Humi


"Às vezes, um pequeno gesto muda toda a sua energia."
Dica de Amiga: pressionar o dedo e contar até 50.

 


O difícil estágio de viver

 Viver aqui na terra é um estágio para a evolução espiritual.
Poderia ser algo divinamente agradável viver com as pessoas, todas se ajudando mutuamente, em sociedade, formando uma só comunidade:
- Repartir, dividir, somar...
Mas, este tem sido um estágio realmente difícil, complicado.
Ver o sol, o luar, a Natureza que aflora todos os dias para todas as criaturas de uma maneira plena, perfeita sem distinção nenhuma e, ao mesmo tempo ver as dificuldades que as pessoas tem de se relacionarem entre si não aproveitando as oportunidades, as maravilhas do crescer com a vida, nos deixa tristes, penalizados.
O egoísmo, o orgulho, a ganância, narcisismos, os medos e toda uma gama de sentimentos e problemas ligados ou não à formação psicológica, emocional e educacional, como um todo fazem de nós uns verdadeiros “guerrilheiros” na busca por realizações, na busca por um lugar exclusivamente nosso, sem nos importarmos uns com os outros, com nada que não sejam nossos próprios interesses.
A cada dia torna-se mais difícil encontrar pessoas que se desnudem, se desprendam. Os sentimentos mais fortes têm sido os maus, os medos, inseguranças e a preocupação de “passar por cima” de todo e qualquer empecilho
são os sentimentos que regem as pessoas.
A preocupação em atingir suas metas e objetivos 
é o principal fator da educação humana
nos dias de hoje.
Os valores, princípios, inocência de caráter, o respeito 
e, os limites deixam lugar para seus inversos.
O amor nunca foi tão divulgado, mas nunca foi tão desprezado em função de interesses. Falar “Eu te amo”, hoje, é a frase mais comum entre as criaturas, porém amar de verdade, com toda a potencialidade que encerra esse valor, não é sentido, não é vivenciado. Caiu numa rotina tão insignificante que tornou-se uma frase como outra qualquer.
O mundo está carente de amor e respeito, de limites e vergonha... O resultado disso tudo é uma política miserável, uma juventude sem nenhum respeito, filhos, pais, amigos que não sabem mais o que significam 
valores morais, amizade, amor.
E tudo funciona em torno de ambições, e tudo perde a direção, o conteúdo, o valor.
As religiões, a igreja, a política, as escolas, tudo hoje é um comércio que manipula a sociedade em função de interesses, de ambição.
A inteligência, a capacidade criativa do homem, hoje, não tem outra funcionalidade senão 
a de “ganhar dinheiro”, “muito dinheiro”.
O que será dos valores morais e emocionais numa sociedade voltada para a riqueza material, para a ganância? Nunca se ouviu falar tanto em roubos, drogas, crimes hediondos, estupros, violência contra tudo e todos.
A Natureza pede socorro...
Há tanta destruição de valores por toda parte!

Madalena Gomes
João Pessoa, Pb
15.01.2014



Conceitos religiosos



As famílias crescem e, ao invés de continuarem com aqueles laços tão fortes de quando eram crianças logo, logo se tornam estranhos...

Como tudo muda, como as pessoas mudam, ainda bem se, viemos aqui pra isso; crescer, evoluir, adquirirmos inteligência emocional, sabedoria...

Mas, alguns demoram mais, depende muito da necessidade de cada um.

Tenho uma convicção: Ninguém deve impor nada a ninguém, cada um sabe suas escolhas, e mesmo que não saiba faz o que acha adequado para o momento, mesmo que lá na frente volte atrás, 
mas isso é problema de cada um.

Viemos aqui com nossas metas já traçadas e as aceitamos.

Ser espírita encerra um compromisso bem maior porque são pessoas que entendem além da terra, além do corpo físico, mas como toda religião ou filosofia 
tem muitos adeptos fanáticos...

Não gosto de impor meus princípios, em nenhum aspecto.



Madalena Gomes
João Pessoa, Pb
04.01.2014



Estamos em construção



Nunca nos damos conta
dos males que causamos ao nosso próximo...
Às vezes sem querer, mas fazemos mal,
cativamos e não cuidamos, construimos
expectativas e qdo bem entendemos achamos
que não queremos mais, sem nos preocuparmos
com os estragos que fizemos 

no coração do outro.
Nos achamos com direitos 

e competência para sermos
"donos" do outro achando que assim, 

amamos de verdade.
O amor verdadeiro é livre e profundo 

por seus próprios méritos, não arma, 
não aprisiona, não engana, 
não cria expectativas, 
ama simplesmente, 
na grandeza do silêncio 
e da entrega
Somos egoístas, pretensiosos, 

e tantos outros predicados
bons e menos bons...
Precisamos continuar em construção 

para atingirmos
o nível de perfeição que, 

só depois chegará, noutra dimensão!
Aqui é só o tempo de trabalharmos 

nosso ego e espiritualidade
na fé e no amor de Cristo, por Ele.

 
Madalena Gomes
João Pessoa, Pb
30-09-2012



Sensualidade




Sensualidade não é malícia nem pudor,

É a sensação viva do amor
Na expressão do corpo, no olhar, no falar
e em todos os ensaios latentes...
Sensualidade é vibrar através do corpo
A latência da alma que fala do amor

De uma maneira quente, apaixonante,

Amante!

Sensualizar gestos, fomentar intentos lascivos,

Desejar, impor através dos sons do Universo

As ânsias incontidas que sobrevoam o amor.

Sensualidade é a vida viva da alma apaixonada

Através do corpo amante!

Sensualize, crie, decifre seus desejos

e solte-os como se fossem pássaros presos

Liberte-se, cante, dance, ame intensamente

Porque a vida tem sede e fome de amor!

Madalena Gomes
João Pessoa, Pb

29.03.2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário